Dicas e mágica para seu filho comer legume

Lendo o livro da Rachel Khoo, “A pequena cozinha em Paris”, me deparei com uma informação que acredito ser útil a toda mãe que passa pela introdução alimentar se seu filho ou que luta diariamente para que ele se alimente de produtos mais saudáveis como recomenda o/a pediatra. Nem sei se a autora do livro é mãe, mas ela conta que trabalhou como babá na França e que para conseguir fazer com que as crianças que ela cuidava comessem legumes, ela servia um molho bechamel por cima dos produtos de hortinha que aterrorizam criancinhas. Agora não mais. O bechamel, nesse caso, cumpre a função do pozinho de pirimpimpim dos contos de fada.

A dica não é só ótima, é excelente. Dá super certo. De um almoço cheio de “odeio cenoura” e “ecati” para a baroa, se tornou uma música para os ouvidos de qualquer mamãe no jantar: “Mãe, está deliciosa a tortinha que eu te ajudei a fazer”.

Pois é. Tem isso também. É legal que as crianças ajudem na cozinha. Elas se sentem úteis e parte daquele processo e, assim, o interesse pelo alimento se torna maior. Pelo menos aqui em casa sempre funciona.

Uma outra dica infalível é fazer porções individuais sempre que possível, dando a ideia de miniatura. O mundo do seu filho é todo em miniatura, é divertido que a comida também seja. A tortinha em pequenas porções já cria uma ideia de festinha, um bolo em miniatura. Por aqui teve até parabéns para a boneca.

Voltando a receitinha. Tomando o molho bechamel como base, criei uma sopa com essa dica. Fiz um arroz com legumes, coberto de muita água e acrescentei o molho, dando origem a uma sopinha cheia de sucesso e sabor. Mas a festa mesmo ficou por conta da tortinha. Acresci dois ovos e parmesão ao bechamel, juntei aos legumes e coloquei para assar. O resultado foi uma filha bem alimentada e muito feliz por ter ajudado. Segundo dia consecutivo que ela pede para levar a tortinha de lanche na escolinha.

Uma outra ressalva que vale comentar é que Malu não gosta de ovo e a pediatra dela vive dizendo para persistirmos com o ovo porque é importante que ela coma. Assim, conseguimos.

A receita completa você encontra aqui.

Postado em %s

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *